GEOCHEMISTRY OF BASIC DIKES FROM WESTERN BAHIA BRAZIL

G. P. SIGHINOLFI, P. S. LINHARES, A. M. SANTOS

Resumo


Foram investigadas a petrologia e a geoquímica de catorze amostras de diques relativamente modernos do oeste da Bahia, Brasil. Muitos dos diques são toleítos continentais embora, em algumas características geoquímicas, pareçam tender a tipos oceânicos. Poucos diques, pertencentes provavelmente a uma geração muito mais moderna, têm tendências alcalinas, e uma amostra rica em titânio e ferro e provavelmente o resultado de um estagio tardio de segregação. Os toleítos mostram variações de composições como resultado de uma provável cristalização, fracionada durante a ascensão do magma. Esse fracionamento ocorreu no sentido de uma tipica tendencia de diferenciacão com enriquecimento em ferro. Alguns elementos-traços peculiares (conteúdo em Rb e Sr, e relação K/Rb) indicam que os diques da Bahia mostram certas afinidades com alguns doleritos do Karroo e provavelmente com os basaltos brasileiros da Serra Geral.

Texto completo:

PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.