Foraminíferos bentônicos em sedimentos de fundo da lagoa de Maricá, Estado do Rio de Janeiro

Clarissa da Silva Bomfim, Claudia Gutterres Vilela, Daniel Coré Guedes

Resumo


Foram realizados estudos dos foraminíferos nos sedimentos de fundo da Lagoa de Maricá, localizada na região dos lagos do estado do Rio de Janeiro. A região estudada está sendo urbanizada de forma descontrolada. Atualmente as taxas de ocupação estão aumentando, e existem projetos de implantação de complexos turísticos para a área. A resposta dos foraminíferos a essas atividades foi importante na caracterização ecológica. O tratamento laboratorial das amostras seguiu a metodologia específica para foraminíferos. As espécies dominantes encontradas foram Miliammina fusca e Miliammina spp., seguidas por Haplophragmoides spp., Trochammina inflata, Trochammina spp., Ammobaculites dilatatus e Arenoparrella mexicana. Estas espécies possuem carapaça aglutinante que, em ambiente costeiro, caracterizam um ambiente parálico de baixa energia e com baixa salinidade. Uma comparação com a Baía de Guanabara mostrou diferenças nas assembléias que representam os distintos ambientes. Apesar de o ambiente estar sujeito a poluição antrópica, foi possível observar que esta ainda não atingiu níveis críticos, sugerindo-se o controle ambiental eficiente através da atuação de políticas públicas, a fim de preservar o ecossistema.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank