AVALIAÇÃO DE CARGAS DIFUSAS E SIMULAÇÃO DE AUTODEPURAÇÃO NO CÓRREGO DA ÁGUA BRANCA, ITIRAPINA (SP)

Rodrigo Braga MORUZZI, Fabiano Tomazini da CONCEIÇÃO, Diego de Souza SARDINHA, Felipe Pereira HONDA, Guillermo Rafael Beltran NAVARRO

Resumo


Segundo a Resolução CONAMA nº 357, o Córrego da Água Branca é enquadrado na Classe 2 e ao longo de seu curso as características deveriam ser compatíveis com esta Classe. A avaliação de cargas difusas e simulação de autodepuração na bacia do Córrego da Água Branca permitiram avaliar alterações na qualidade das águas fluviais. A maior contribuição de cargas difusas na bacia do Córrego da Água Branca está relacionada ao uso agrícola. A utilização do modelo QUAL2K para simulação da concentração de oxigênio dissolvido conseguiu identificar as várias zonas de autodepuração e indicou a necessidade de remoção de DBO de 75%.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank