PREPARO CONSERVACIONISTA DO SOLO NO CONTEXTO DA AGRICULTURA FAMILIAR, ESTUDO DE CASO NA MICROBACIA DO CÓRREGO FUNDO, MUNICÍPIO DE OURINHOS/SP

Maria Cristina PERUSI, Camila Al ZAHER

Resumo


O preparo conservacionista do solo está ancorado num conjunto de medidas que visam potencializar e manter sua capacidade produtiva. Objetivou-se analisar física e quimicamente os horizontes superficiais de solo submetido ao plantio direto, pastagem e mata em algumas propriedades com agricultura familiar, na microbacia do córrego Fundo, Ourinhos/SP; sistematizar os dados censitários do IBGE no período de 1960 a 2006, quanto ao uso de fertilizantes, defensivos agrícolas e práticas de conservação do solo no referido município; avaliar as características do manejo agrícola adotado pelos agricultores da referida microbacia, tendo como fonte informações de 20 questionários. Constata-se o predomínio da fração argila em todas as amostras; o uso e manejo do solo altera significativamente suas propriedades químicas; o solo sob plantio direto apresentou melhores condições quanto ao pH, H+Al, SB, T e V%; o preparo conservacionista é recomendável principalmente junto as pequenas propriedades rurais; houve um aumento progressivo no uso de fertilizantes, defensivos e na adoção de práticas conservacionistas durante o período analisado; destaca-se o uso de defensivos, adubação e correção do solo na microbacia, apesar da inexpressiva prática de análise do solo e apoio técnico; 25% dos entrevistados adotaram o sistema de plantio direto como sistema de exploração agrícola.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank