ESTIMATIVAS DE PALEOPRECIPITAÇÃO E GÊNESE DE FEIÇÕES CÁLCICAS E ARGÍLICAS EM PALEOSSOLOS DA FORMAÇÃO MARÍLIA (NEOCRETÁCEO DA BACIA BAURU)

Patrick Francisco Führ DAL' BÓ, Giorgio BASILICI

Resumo


O presente estudo tem por objetivo investigar a gênese de feições que indicam a concentração de carbonato de cálcio e outras que indicam a concentração de feições iluviais de ferro e argila, que ocorrem em paleossolos da Formação Marília. Regra geral, essas feições estão concentradas em dois horizontes de paleossolo, as feições cálcicas em horizontes Bk de Aridisols e as argílicas em horizontes Bt de Aridisols e Alfisols. Para tanto, foram estudados 19 perfis de paleossolos, contando com 3 horizontes Bk e 11 horizontes Bt. Nestes horizontes selecionados, procedeu-se com a caracterização da macro- e micromorfologia, da geoquímica, e análises de microscopia eletrônica de varredura. As estimativas de paleoprecipitação foram obtidas por meio de dois métodos indiretos de análise: profundidade de ocorrência de nódulos carbonáticos em horizontes Bk e geoquímica dos horizontes Bt. Postula-se, neste artigo, que a gênese de ambas as feições está ligada a atuação de processos pedogenéticos pretéritos e que as paleoprecipitações tiveram papel preponderante como fator de controle à gênese e diferenciação dessas feições nos paleossolos estudados.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank