ASPECTOS AMBIENTAIS DECORRENTES DE LAVRA IRREGULAR, MINERAÇÃO JOÃO PESSOA, SOBRADO – PB

Matheus Diniz Pinto de MORAIS, Gustavo Rodrigues PINTO

Resumo


A atividade de mineração tem como peculiaridade o aproveitamento econômico de recursos naturais limitados e não renováveis. Dentre os bens minerais, a produção de agregados para construção civil está diretamente ligada com o desenvolvimento socioeconômico de uma nação, indispensável para obras estruturantes. Em busca de maior competitividade, as pedreiras procuram se instalar próximas aos seus centros consumidores, atrelado sempre aos fatores geológicos, que impõem forte rigidez locacional para empreendimentos mineiros, onde muitas vezes são desenvolvidos em áreas ambientalmente sensíveis, produzindo efeitos ambientais e sociais em todas as fases do empreendimento. O trabalho em tela teve como objetivo o levantamento dos aspectos ambientais atrelados a prática de atividades de mineração em Áreas de Preservação Permanente (APP’s) e fora das prescrições legais. Tomando como elemento norteador a Lei N° 12.651/2012 (novo código florestal) para delimitação das Áreas de Preservação Permanente. De modo a auxiliar na representação das medições realizadas em campo, foi utilizado o geoprocessamento com o intuito de expressar graficamente os elementos ambientais existentes como: rio, área de lavra, área de preservação permanente e suas interferências.


Palavras-chave


Área de Preservação Permanente; Pedreiras; Lavra irregular.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank