CORRELAÇÕES ENTRE PETROGRAFIA E PROPRIEDADES TECNOLÓGICAS DE MATERIAIS PÉTREOS VISANDO UTILIZAÇÃO COMO LASTRO DE FERROVIAS

MÁRCIO JOSÉ REMÉDIO, ROGÉRIO PINTO RIBEIRO, JOÃO ANTONIO CURTIS NETO

Resumo


Considerando a possibilidade de implantação do Trem de Alta Velocidade, previsto em projeto governamental que ligará as cidades de Campinas, São Paulo e Rio de Janeiro, o presente trabalho trata da seleção do material pétreo disponível na região de Campinas, que possua alta qualidade para o emprego como lastro de ferrovia e obras em concreto. Com este objetivo foram confrontados dados petrográficos e resultados de ensaios físico-mecânicos de cinco variedades de rochas cristalinas (microgabro, gnaisse e granitos) muito utilizadas como agregado na construção civil, mas ainda não suficientemente estudadas para lastro ferroviário. Foram encontrados valores de resistências inferiores ou próximos aos limites normatizados para esta finalidade, restringindo a utilização de alguns dos materiais estudados. É importante frisar que materiais pétreos utilizados como agregado no lastro de ferrovias ficam sujeitos à exposição constante das intempéries, fazendo com que estudos envolvendo alterabilidade sejam tão importantes quanto os de caracterização geomecânica, levando-se em conta as condições tropicais típicas da região.


Palavras-chave


Trem de alta velocidade; Lastro; Agregado; Caracterização tecnológica.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank