PRELIMINARY SPECTROCHEMICAL AND AGE DETERMINATION RESULTS ON SOME GRANITIC ROCKS OF THE QUADRILÁTERO FERRÍFERO, MINAS GERAIS, BRAZIL

NORMAN HERZ, C. V. DUTRA

Resumo


A presente comunicação prévia descreve o trabalho atualmente em execução sobre a espectroquímica e sobre a determinação de idades absolutas das rochas graníticas do Quadrilátero Ferrífero. São apresentados os resultados das determinações espectroquímicas preliminares de 25 rochas graníticas da referida área e uma de Gouvêa, juntamente com a tentativa de determinação da idade geológica de 9 destas rochas. A térmica das análises  espectroquímicas é descrita em detalhe. A validade das curvas analíticas foi verificada usando-se as amostras W-1 e G-1 (Fairbairn.1) com os valores recomendados por Ahrens (2), Smales (3) e Herzog (4). Os resultados das análises espectroquímicas são apresentados na tabela 1 e da análise estatística na tabela 2. No capitulo “Resultados Preliminares” faz-se uma descrição petrográfica e dos elementos traços de cada amostra e na base destes elementos traços foram estabelecidos certos grupos de rochas. O grupo I tem, geralmente acima da média, Co, Cu, Ni e Sc; Ba, Nb, V, Y e Zr permanecem acima ou iguais a média; o Cr, em todas as amostras, exeto uma, está acima da média; e La, Sn e Sr variam de baixos a altos teores. Uma tentativa de determinação da idade da para este grupo, 1.260 milhões de anos. O grupo II possui Co, Cr, Cu, Ni, Pb e Sc abaixo da média; Nb, V e Zr estão abaixo ou iguais à média; Ba, La, Sn, Sr e Y variam de altos a baixos teores. Uma tentativa de determinação da idade deste grupo indicou uma idade de 475-560 milhões de anos. O grupo III parece ser comagmático com II e tem uma correlação geral com os elementos traços de II. Uma tentativa de determinação da idade do grupo III revelou variar entre 475-555 m.a. O grupo IV é encontrado na região Itabirito-Bacão-Cachoeira do Campo e possui La, Nb, Sn, V, Y e Zr abaixo da média; Co e Ni iguais ou abaixo da média; Cr e Sc iguais à média; Ba, Pb e Sr iguais ou acima da média; Cu varia de baixos a altos teores. As determinações de idades deste grupo variam de 2.520 a 720 milhões de anos. O grupo pode assim representar um granito mais antigo (2520-2440 milhões de anos) que foi remobilizado e sofreu reintrusão pelo menos em duas épocas mais recentes (1330 e 720-760 milhões de anos) com nenhuma mudança essencial em sua composição química. O grupo V representa um conjunto de tipos petrográficos distintos encontrados a leste de Moeda. Todos possuem V e Y acima da média; Nb, Pb, e Zr iguais ou acima da média; Co, Cu, La, Ni, Sc e Sn iguais à média; Ba e Sr iguais ou abaixo da média; Cr apresenta altos e baixos teores. Não se tem ainda as determinações de idades para este grupo. Uma amostra do Morro das Pedras, Belo Horizonte, não apresenta nenhuma correlação evidente dos seus elementos traços com os dos grupos. Ela pode representar uma intrusiva relativamente recente, julgando-se pelas suas relações de campo. A amostra de Gouvêa não parece correlacionar-se com nenhuma das do Quadrilátero Ferrífero, tanto na base dos elementos traços como na determinação da idade (880 milhões de anos).


Texto completo:

PDF (English)

Apontamentos

  • Não há apontamentos.