A variabilidade de composição da apatita associada a carbonatitos

Maria Cristina Motta de Toledo, Vitor Paulo Pereira

Resumo


A apatita, um dos minerais não silicatados mais abundantes na crosta, é praticamente o único mineral de minério dos depósitos fosfáticos explotados no mundo. A fórmula estrutural simplificada da fluorapatita (espécie mais comum) é Ca1O(PO4)6 F2. Muitos substituintes podem ser encontrados, em todos os sítios cristaloquimicos, em apatita de todos os ambientes geológicos e mesmo dos materiais apatiticos orgânicos e sintéticos. São discutidos aqui principalmente os casos naturais e inorgânicos associados a carbonatitos. A ocupação do sítio aniônico monovalente dá as denominações principais atualmente aceitas oficialmente para as espécies dentro do grupo da apatita: fluorapatita, hidroxiapatita e clorapatita. Entre os substituintes do cálcio, podem ser destacados os elementos terras raras e elementos com interesse ambiental, como o cádmio, que pode ser incorporado aos fertilizantes, resultando em problemas de contaminação. Havendo duas posições distintas para o cálcio e seus substituintes na estrutura da apatita, vários dos estudos mais recentes exploram este aspecto, mostrando influências de todo um conjunto de fatores que interagem com as características de cada elemento na preferência de ocupação do sítio Ca1 ou Ca2. Entre os ânions substituintes para o fosfato, destaca-se o carbonato, cuja entrada provoca modificações estruturais e exige mecanismos de compensação de cargas, como substituições acopladas nos sítios catiônico e aniônico monovalente para manutenção da neutralidade da estrutura, ou mesmo criação de vacâncias estruturais. Esta questão ainda é polêmica e vem sendo abordada há muitas décadas, sendo considerada fundamental na questão da compreensão da variação da solubilidade, reatividade, cristalinidade e estabilidade térmica. O ânion carbonato também pode entrar no sítio do flúor, embora raramente.

Palavras-chave


Apatita; Carbonatito; Cristaloquímica; Geoquímica; Mineralogia.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5935/0100-929X.20010002

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Métricas

SCImago Journal & Country Rank
     
Google Scholar Profile

Indexação

A Revista do Instituto Geológico é indexada pelas seguintes Bases de Dados / Portais:

Scopus - Elsevier
    
GeoRef - GeoScienceWorld
   
Latindex
   Scilit - The Scientific Literature database
       
Portal de Periódicos CAPES
 
Zoological Records
 
Portal de Periódicos Eletrônicos em Geociências
  

 

Apoio

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
     
Instituto Geológico

 

Licença Creative Commons CrossRef - Similarity Check

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.