Participação das depressões periféricas e superfícies aplainadas na compartimentação do planalto brasileiro: considerações finais e conclusões

Aziz Nacib Ab'Sáber

Resumo


Aos poucos, vai se evidenciando que, para o estudo paleogeográfico dos diversos lapsos de tempo geológico que respondem pela gênese e evolução das terras brasileiras, toma-se imprescindível a aplicação de métodos específicos de trabalho, utilizados segundo um rumo e uma combinação de técnicas inteiramente distintas para cada um dos casos que se tenha em vista.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5935/0100-929X.19980006

Apontamentos

  • Não há apontamentos.