A urbanização do oeste paulista e a formação de feições tecnogênicas

Érika Cristina Nesta Silva, Marcel Bordin Galvão Dias, João Osvaldo Rodrigues Nunes, Antonio Manoel dos Santos Oliveira, Adriana Aparecida de Oliveira

Resumo


Os processos de uso e ocupação da terra que originam e transformam os meios urbanos e rurais, exercidos pelas sociedades ao longo do tempo, são responsáveis, também, pela formação de feições tecnogênicas. Nos processos de urbanização, verifica-se que as sociedades alteram as características do meio físico-biótico (rocha-relevo-solo-clima-vegetação-fauna) para o desenvolvimento de diversas atividades. Em contrapartida, as atividades realizadas pelas sociedades são influenciadas pelas possibilidades advindas dos aspectos do meio físico-biótico. Ao se destacar o relevo, é imprescindível mencionar que sua apropriação ocorre de forma desigual e combinada, pois a sociedade, constituída por agentes sociais diversos, ocupa o relevo de forma diferenciada, ao mesmo tempo que suas ações fazem parte de um processo mais amplo, portanto, combinado, relacionado à lógica capitalista de produção do espaço. O mesmo procede no meio rural em que, especialmente no Oeste Paulista, as modificações na cobertura vegetal e, em consequência, em outros fatores do meio físico-biótico, como solos e relevo, ocorreram em decorrência da expansão das lavouras de café, algodão e do desenvolvimento da pecuária. No presente artigo são elucidadas questões relativas aos processos de expansão agrícola e urbanização e suas relações com formações tecnogênicas no Oeste Paulista, cuja origem, nas fases iniciais dessa ocupação, credita-se às erosões intensificadas pela ação da sociedade e consequentes deposições de sedimentos em áreas de fundos de vale. Destaque é dado para um estudo na região leste da cidade de Presidente Prudente - SP, apresentando aspectos sobre a expansão urbana e descrevendo formações de feições tecnogênicas, bem como sua evolução.  Por fim, reforça-se que para compreender as feições tecnogênicas há a necessidade de conhecimento ampliado acerca da relação sociedade-natureza a partir de procedimentos que incluem visualizações em campo, em fotografias aéreas de diferentes períodos e retrospectiva acerca dos processos de uso e ocupação da terra.

Palavras-chave


Formações tecnogênicas; Uso e ocupação da terra; Oeste paulista; Presidente Prudente-SP

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Métricas

SCImago Journal & Country Rank
     
Google Scholar Profile

Indexação

A Revista do Instituto Geológico é indexada pelas seguintes Bases de Dados / Portais:

Scopus - Elsevier
    
GeoRef - GeoScienceWorld
   
Latindex
   Scilit - The Scientific Literature database
       
Portal de Periódicos CAPES
 
Zoological Records
 
Portal de Periódicos Eletrônicos em Geociências
  

 

Apoio

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
     
Instituto Geológico

 

Licença Creative Commons CrossRef - Similarity Check

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.