ESTUDO HIDROQUÍMICO-AMBIENTAL DO AQUÍFERO ALUVIONAR DO BAIXO JAGUARIBE, ITAIÇABA – CEARÁ

Maria Elisângela da Silva NOBRE, Diolande Ferreira Gomes, Sônia Maria Silva Vasconcelos, Inácio Ocinai de Lima Neto, Sara Karoline Ferreira, Daniel de Ponti Souza

Resumo


No interior do estado do Ceará, as águas subterrâneas são consideradas fontes importantes de abastecimento hídrico, principalmente, as provindas de aluviões. O município de Itaiçaba (CE), inserido na Bacia Hidrográfica do Baixo Jaguaribe, embora provido de água tratada, também utiliza água subterrânea para seu abastecimento. A região do baixo Jaguaribe apresenta extensas áreas agrícolas e de carcinicultura, que somadas à ausência de saneamento de esgoto municipal, podem acarretar problemas de contaminação de águas e salinização. O objetivo desta pesquisa foi avaliar a qualidade das águas superficiais e subterrâneas a partir dos parâmetros físico-químicos e fornecer dados preliminares sobre a concentração de metais pesados nas águas. Para o entendimento do processo de recarga foram efetuadas medidas do isótopo δ18O e realizado o balanço hídrico. Adotou-se valores de referência para avaliar o nível de contaminação das águas estabelecidos pela legislação brasileira. Todas as amostras analisadas apresentaram algum parâmetro de qualidade de água com valor acima do permitido para águas potáveis, com destaque para a turbidez, nitrato, ferro e sólidos totais dissolvidos. Os metais Al, Ba, Mn e Ni foram detectados em todas as amostras, porém em concentra- ções geralmente abaixo do limite estabelecido para águas potáveis. Os valores positivos de δ18O indicaram a infiltração de água evaporada em poços na área de carcinicultura, o que pode, pontualmente, contribuir com o aporte de sais e contaminantes, juntamente com o precário sistema de saneamento. Os resultados isotópicos demonstram a entrada no aquífero aluvionar das águas da chuva e superficiais provenientes da lixiviação do solo salinizado, aumentando a condutividade elétrica. Não foi identificada a relação da salinidade com intrusão marinha na área estudada.


Palavras-chave


Aquífero aluvionar; Isótopos; Metais; Carcinicultura.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Métricas

SCImago Journal & Country Rank
     
Google Scholar Profile

Indexação

A Revista do Instituto Geológico é indexada pelas seguintes Bases de Dados / Portais:

Scopus - Elsevier
    
GeoRef - GeoScienceWorld
   
Latindex
   Scilit - The Scientific Literature database
       
Portal de Periódicos CAPES
 
Zoological Records
 
Portal de Periódicos Eletrônicos em Geociências
  

 

Apoio

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq)
     
Instituto Geológico

 

Licença Creative Commons CrossRef - Similarity Check

Este trabalho está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição 4.0 Internacional.