ANÁLISIS DE LA VEGETACIÓN Y DEL POLEN ACTUAL EN LA CUENCA INFERIOR DEL RÍO COLORADO, SUDOESTE DE LA PROVINCIA DE BUENOS AIRES, ARGENTINA

ANA LAURA FERNÁNDEZ, SILVIA CRISTINA GRILL

Resumo


Com a finalidade de identificar análogos modernos para sequências polínicas fósseis relacionadas a sítios arqueológicos localizados na bacia inferior do rio Colorado (sudoeste da Província de Buenos Aires), a relação pólen atual-vegetação-clima foi analisada. O presente trabalho foi realizado através de levantamentos florísticos da vegetação, diagramas polínicos de porcentagem e análise de agrupamento em amostras superficiais localizadas na parte norte e sul da bacia. Foram determinadas seis comunidades vegetais (estepe halófita, vegetação xerófila, pastagens com elementos de vegetação xerófila, comunidades ruderais, pastagem halófita/graminoide e hidrofíticas). As famílias mais representativas no espectro polínico foram Chenopodiaceae, Asteraceae, Brassicaceae e Poaceae. A maior parte da vegetação e do pólen refletiram as comunidades locais que fazem parte da Província do Espinal (Distrito do Caldén). Apresentando na parte norte da bacia uma grande influência da Região Pampeana (ecótono Espinal-pastagens pampeanas), associada às condições climáticas subúmidas secas, e na parte sul da bacia uma maior influência da Província do Monte (ecótono Monte-Espinal), relacionada às condições climáticas semiáridas. Microfósseis não polínicos (esporos de fungos e algas) e a análise dos aspectos tafonômicos completaram este estudo.

Palavras-chave


Pólen e vegetação modernos; Bacia do rio Colorado; Buenos Aires, Argentina.

Texto completo:

PDF (Español (España))


DOI: http://dx.doi.org/10.4072/rbp.2016.1.09

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country RankSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar