HOLOCENE PALAEOENVIRONMENTAL EVOLUTION OF THE PAMPA COASTAL PLAIN (ARGENTINA) BASED ON CALCAREOUS MICROFOSSILS

MELINA MARQUEZ, LAURA FERRERO, GABRIELA CATALINA CUSMINSKY

Resumo


Na presente contribuição foram estudadas assembleias de foraminíferos bentônicos, ostracodes e carófi tas num afl oramento localizado a sudeste da planície costeira de La Pampa, Argentina. As principais espécies registradas foram Spirillina sp. A, Buccella peruviana, Ammonia parkinsoniana, A. tepida, Elphidium margaritaceum e E. gunteri entre os foraminíferos, Limnocythere cusminskyae e Cyprideis salebrosa entre os ostracodes. Estas espécies permitiram determinar ambientes restritos, caracterizados por alterações signifi cativas na salinidade. Estudos faunísticos qualitativos e quantitativos conduziram à identifi cação de quatro ambientes estreitamente relacionados às mudanças no nível do mar que ocorreram durante o Holoceno. No primeiro estágio, entre 7500-7200 e 6300-6200 cal. anos AP, foi identifi cado o desenvolvimento de um ambiente não marinho. Em torno de 6300-6200 cal. anos AP o ambiente se transforma num estuário salobro com níveis moderados de energia. Algum tempo antes c. 6000-5700 cal. anos AP desenvolveu-se um ambiente lagunar de águas claras, provavelmente oligohalino, com abundante vegetação submersa. Em um estágio fi nal, entre 2300-2000 e 2000-1700 cal. anos AP, estabeleceu-se um ambiente continental sem infl uencia marinha. Novas evidências trazidas pelos microfósseis calcários e as novas cronologias fornecidas por este estudo, permitiu ajustar o momento de máxima elevação do nível do mar durante a transgressão holocênica e contribuir para um melhor conhecimento da evolução dos paleoambientais costeiros em relação às alterações do nível do mar.


Palavras-chave


Planície costeira de La Pampa; Paleoambientes; Holoceno médio a tardio; Mudanças do nível do mar; Microfósseis calcários; Argentina.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.4072/rbp.2016.1.03

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country RankSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar