ROVEACRINOIDAL ASSEMBLAGES (CRINOIDEA, ROVEACRINIDA, SACCOCOMIDAE) FROM THE ALBIAN CARBONATE MICROFACIES OF SIERRA AZUL (SABINAS BASIN, COAHUILA, MEXICO)

BRUNO FERRÉ, ALEJANDRO MONIER-CASTILLO, ISABEL LÓPEZ-PALOMINO, NOEMI AGUILERA-FRANCO, ARTURO PALMA-RAMÍREZ, DIANA CONTRERAS-CRUZ, JULIO REYES ROMO-RAMÍREZ, CARLOS RENE MUÑOZ-JARAMILLO

Resumo


Seções de placas de crinoides saccocomídeos oriundas de depósitos carbonáticos albianos da Formação Georgetown, em Sierra Azul (Coahuila, NE, México) são registradas e descritas. Estes restos fósseis consistem de placas proximais descartadas e parte de teca, i.e. placas primibraquiais e peças radiais da taça parcial. Estes roveacrinoides são associados a florações de calcisferas e a uma associação diversificada e abundante de foraminíferos planctônicos, constituída principalmente por favuselídeos. Todos esses aspectos constituem evidência de alta produtividade primária num ambiente instável de batimetria crescente. Tais crinoides pelágicos têm sido considerados como organismos oportunistas que se prosperaram durante fases eustáticas transgressivas e florações fitoplanctônicas, constituindo eventos de acumulação abundante sob condições hipóxicas. O conjunto das associações fossilíferas leva a atribuir idade albiana a eocenomaniana a este registro. O registro pode ser considerado correlato e/ou coevo do evento anóxico conhecido como OAE1. Estas placas de saccocomídeos em depósitos albianos vêm reativar a discussão sobre a existência de formas transicionais entre gêneros neojurássicos (Saccocoma Agassiz and Crassicoma Sieverts-Doreck & Hess, in Hess) e os neocretáceos (principalmente Applinocrinus Peck).


Palavras-chave


Microfácies; Roveacrinida; Albiano; México.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.4072/rbp.2019.1.01

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country RankSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar