OSTRÁCODOS DE LAGOS SOMEROS DE LA REGIÓN CENTRAL DE ARGENTINA: IMPLICACIONES PALEOLIMNOLÓGICAS

ROMINA GISELA KIHN, FLORENCIA CRESPO, JOSÉ LUIS PALL

Resumo


Estudos sobre ostracodes em lagoas pouco profundas são muito escassos na Província de La Pampa, Argentina, e, portanto, o objetivo deste trabalho é contribuir para o conhecimento das espécies presentes nos ambientes lenticais, estudar distribuição, abundância e associações específicas de ostracodes. As amostras provêm de quatro lagoas da Região Pampeana, Província de La Pampa, Argentina. Amostragem sazonal foi realizada ao longo de um corte transversal perpendicular à costa, tendo sido identificado um total de cinco gêneros representados por seis espécies de ostracodes bentônicos. Heterocypris similis está presente em todos os corpos de água amostrados, mas é dominante nas lagunas Monte de Caldén (LCM) e Don Tomás (LDT). Cypridopsis vidua é muito abundante na LCM. As espécies Chlamydotheca incisa e Potamocypris unicaudata somente foram registradas na Laguna Ojo de Agua (LCS). C. incisa é o primeiro registro para a província e P. unicaudata é a primeira nomeação para a Argentina. As variações qualitativas e quantitativas dos conjuntos ostracodes podem estar relacionadas à topografia, sedimentologia, vegetação e variações de salinidade. Os resultados deste estudo são importantes na interpretação dos ambientes registrados durante o Quaternário, uma vez que estas espécies também ocorrem como fósseis.


Palavras-chave


Ostracodes; Lagoas; La Pampa; Análogos modernos; Argentina.

Texto completo:

PDF (Español (España))


DOI: http://dx.doi.org/10.4072/rbp.2017.3.08

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country RankSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar