REVISIÓN DEL PEREZOSO TERRESTRE NOTHROPUS (MAMMALIA, XENARTHRA, TARDIGRADA) DEL PLEISTOCENO DE ARGENTINA Y BOLIVIA

SOFÍA I. QUIÑONES, ÁNGEL R. MIÑO-BOILINI, ALFREDO E. ZURITA

Resumo


Os Nothrotheriinae Ameghino (Xenarthra, Pilosa) registram-se na Argentina desde o Mioceno médio até o Pleistoceno final. Para o Quaternário da Argentina e Bolívia se reconhece a existência do gênero Nothropus Burmeister, que inclui três espécies de validade discutida, todas elas representadas por seus materiais-tipo: (i) Nothropus priscus Burmeister (Pleistoceno da Província de Santa Fe, Argentina); (ii) Nothropus carcaranensis Bordas (Pleistoceno da Província de Santa Fé, Argentina); (iii) Nothropus tarijensis (Burmeister) (Pleistoceno do Vale de Tarija, Bolívia). As diferenças existentes correspondem ao fato de que N. priscus é um indivíduo juvenil (e.g. alvéolo do caniniforme direito aberto) e deve ser considerado como uma species inquirenda. Ao mesmo tempo, a morfologia mandibular de N. tarijensis é claramente diferente das espécies anteriores. Este táxon apresenta uma maior robustez do dentário e um maior ângulo entre o plano da superfície oclusal dos molariformes e a borda anterior do ramo ascendente. Em síntese, a evidência sugere que a diversidade do gênero está restrita a uma espécie na Argentina (N. carcaranensis) e outra no Vale de Tarija, Bolívia (N. tarijensis).

 


Palavras-chave


Nothropus; Argentina; Bolívia; Pleistoceno; Diversidade; Caracteres juvenis.

Texto completo:

PDF (Español (España))


DOI: http://dx.doi.org/10.4072/rbp.2017.1.10

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country RankSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar