QUATERNARY MAMMALS FROM CENTRAL BRAZIL (SERRA DA BODOQUENA, MATO GROSSO DO SUL) AND COMMENTS ON PALEOBIOGEOGRAPHY AND PALEOENVIRONMENTS

ALESSANDRO MARQUES DE OLIVEIRA, BRUNO BECKER-KERBER, LÍVIA MEDEIROS CORDEIRO, RODRIGO BORGHEZAN, LEONARDO SANTOS AVILLA, MÍRIAN LIZA ALVES FORANCELLI PACHECO, CHARLES MORPHY D. SANTOS

Resumo


Os estudos sobre mamíferos quaternários da Serra da Bodoquena (Mato Grosso do Sul) são escassos. Na região, a Gruta das Fadas tem sido um importante sítio paleontológico. Os restos da fauna do Pleistoceno foram coletados ao longo de um canal do rio dentro da caverna. É o primeiro registro de Arctotherium, Scelidotheriinae e Nothrotheriinae na Serra da Bodoquena. Smilodon populator, Eremotherium laurillardi, Gomphotheriidae e Glyptodontinae, já conhecidos pela região, também foram identificados. Estas novas ocorrências nos permitem redefinir a distribuição paleozoogeográfica de alguns dos táxons acima mencionados. Aqui propomos a ampliação da faixa da Região Intertropical Brasileira, que deve incluir Mato Grosso do Sul e São Paulo. O Estado do Rio Grande do Sul mantém uma maior afinidade paleozoogeográfica com outras zonas temperadas da Argentina e do Uruguai. Táxons associados a ambientes abertos indicam a existência de grandes áreas de savanas durante o Pleistoceno final na Serra da Bodoquena.

 


Palavras-chave


Região Intertropical Brasileira; Região Pampeana; Zonas paleozoogeográficas; Gruta das Fadas; Mamíferos quaternários; Serra da Bodoquena.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.4072/rbp.2017.1.03

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country RankSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar