ANÁLISES FAUNÍSTICA E MULTIVARIADA DE FORAMINÍFEROS PLANCTÔNICOS DA BACIA PERNAMBUCO-PARAÍBA: UMA INTERPRETAÇÃO PALEOAMBIENTAL DOS ÚLTIMOS 30 MIL ANOS

EDMUNDO CAMILLO JR., JULIANA PEREIRA DE QUADROS, KAREN BADARACO COSTA, FELIPE ANTONIO DE LIMA TOLEDO

Resumo


O presente estudo investigou os foraminíferos planctônicos de 23 amostras provenientes de dois testemunhos de sedimento do talude continental (entre 1.260 e 1.315 m de profundidade) da bacia Pernambuco-Paraíba (Brasil), porção oeste do Atlântico Sul. Foram identificados entre 300-600 espécimes de foraminíferos por amostra. A abundância relativa das espécies foi calculada e então empregada no tratamento estatístico. As assembleias de foraminíferos planctônicos recuperadas representam uma típica associação tropical caracterizada por espécies de água quente, especialmente Globigerinoides ruber e Globigerinoides sacculifer. Esta dominância dificulta o reconhecimento da relação existente entre os parâmetros ambientais e as variações de abundância das demais espécies. Os resultados deste estudo indicaram uma relativa estabilidade das condições ambientais gerais ao longo dos últimos 30.000 anos na área de estudo. A aplicação da análise fatorial modo-Q auxiliou na identificação dos fatores mais significativos para os foraminíferos planctônicos. As variações na camada de mistura e na temperatura da superfície do mar foram consideradas como os principais parâmetros ambientais capazes de influenciar a distribuição dos foraminíferos planctônicos registrados na bacia Pernambuco-Paraíba. Acreditamos que a dinâmica de ventos relacionada à Zona de Convergência Intertropical influencia a região estudada, tanto por conduzir as maiores temperaturas da superfície do mar, como também por promover maior ou menor mistura nesta região do oceano.

Palavras-chave


Foraminíferos planctônicos; Bacia Pernambuco-Paraíba; Análise fatorial.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.4072/rbp.2015.1.08

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country RankSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar