AVALIAÇÃO DE DESCOBERTAS DE RECURSOS PETROLÍFEROS: UMA PROPOSTA DE PADRONIZAÇÃO

HENRIQUE ROSA, SAUL B. SUSLICK

Resumo


Neste artigo é apresentada uma proposta de padronização do fluxo de informações existente entre a Agência Nacional do Petróleo (ANP) e as companhias concessionárias que executam atividades de exploração de hidrocarbonetos nas bacias sedimentares brasileiras, no caso da descoberta de algum recurso petrolífero potencialmente comercial dentro de suas áreas de concessão. Tendo em vista que a proposta adotada possui componentes vinculadas ao tipo de modelo regulatório vigente no Brasil, procurou-se desenvolver uma abordagem mais extensiva a qual inclui o fluxo das informações necessárias para se obter a melhoria da eficácia das avaliações e do processo decisório referente à continuidade dos trabalhos exploratórios. A proposta é orientada para o caso do modelo regulatório brasileiro de óleo e gás natural, o qual demanda das concessionárias um Plano de Avaliação de Descobertas (PAD). Através da análise de uma pequena amostra desses planos, foi possível elaborar uma rotina padronizada que permite um ganho sensível de agilidade no processo e de qualidade das informações. Esta rotina baseia-se na identificação de padrões nos seis blocos de informações existentes nos PADs: Sumário executivo; Descrição da Descoberta; Geologia e Reservatórios; Programa de Avaliação, Segurança e Meio Ambiente e Projeto de Interpretação. Resultados preliminares com uma pequena amostra de PADs permitiram detectar características que merecem um maior nível de detalhamento e de padronização das informações, com impacto substancial de ganho de qualidade na análise das informações geológicas.


Palavras-chave


Eficiência das descobertas; Recursos petrolíferos; Exploração.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.