ANÁLISE DE FÁCIES DA FORMAÇÃO CORUMBATAÍ (GRUPO PASSA DOIS - BACIA DO PARANÁ, NEOPERMIANO), COM VISTA AO EMPREGO NA INDÚSTRIA DE REVESTIMENTO CERÂMICO

SERGIO RICARDO CHRISTOFOLETTI, MARIA MARGARITA TORRES MORENO, ALESSANDRO BATEZELLI

Resumo


As argilas da Formação Corumbataí, unidade Neopermiana da Bacia do Paraná, são consideradas atualmente a maior fonte de matéria-prima para o setor de revestimento cerâmico do país. O presente trabalho teve como objetivo principal, aplicar o conceito de fácies aliado à caracterização mineralógica, química e cerâmica, visando uma nova estratégia para exploração. De acordo com os estudos realizados, foram reconhecidas cinco litofácies (Maciça, laminada, Intercalada I, Intercalada II e Alterada), sendo que estas foram agrupadas em duas grandes Associações (Associação Siltito Argiloso e Associação Siltito Arenoso); estas associações foram plotadas em mapa na escala 1:50.000. Com aplicação desta metodologia é possível melhorar o controle da matéria-prima, reduzindo os custos e perdas, e garantindo um produto de melhor qualidade. A aplicação da geoestatística por meio da análise da Superfície de Tendência foi importante no tratamento dos dados de caracterização cerâmica e química, pois, com os mapas obtidos, foi possível definir áreas mais favoráveis para a implantação de futuras minas.


Palavras-chave


Litofácies; Cerâmica; Formação Corumbataí; Argila.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.