HIDROQUÍMICA ELEMENTAR E DOS ISÓTOPOS DE URÂNIO EM ÁGUAS SUBTERRÂNEAS DA FORMAÇÃO ALTER DO CHÃO, MANAUS (AM)

MÁRCIO LUIZ DA SILVA, DANIEL MARCOS BONOTTO

Resumo


O abastecimento de água no município de Manaus, Estado do Amazonas, Brasil, é realizado por empresa particular, através da captação das águas do rio Negro e por poços tubulares. Este trabalho tem por objetivo investigar tanto a hidroquímica quanto o comportamento geoquímico dos isótopos de urânio 238U e 234U nas águas subterrâneas de Manaus, de maneira a proceder à caracterização de contaminantes ou poluentes que possam estar afetando a qualidade dos recursos hídricos em sub-superfície, bem como avaliar a potencialidade do uso dos isótopos naturais de urânio como traçadores hidrológicos no aqüífero estudado. No que diz respeito aos isótopos de urânio, verifica-se que foram determinados valores de razão de atividade 234U/238U entre 1,2 e 4,4 e de concentração de urânio entre 0,003 e 1,1 μg.L-1 (ppb). Esses resultados e os determinados para outros parâmetros analisados permitiram identificar que as águas estudadas são adequadas para o consumo humano e também classificar o sistema hídrico como redutor ácido, com circulação das águas por estratos contendo minerais com baixas concentrações de urânio.

Palavras-chave


Hidroquímica de águas subterrâneas; Abastecimento público na Amazônia; Isótopos de urânio em águas subterrâneas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.