GEOQUÍMICA DE CAMADAS VERMELHAS BIOTURBADAS DA FORMAÇÃO ALTER DO CHÃO, CRETÁCEO DA BACIA DO AMAZONAS

ADRIANA MARIA COIMBRA HORBE, LUCIETH CRUZ VIEIRA, AFONSO CÉSAR RODRIGUES NOGUEIRA

Resumo


Camadas de arenitos e pelitos vermelhos bioturbados são feições comumente encontradas na sucessão aflorante cretácea da Formação Alter do Chão, região NE do Estado do Amazonas. A análise geoquímica destas camadas em combinação com dados sedimentológicos e mineralógicos forneceram parâmetros para auxiliar no entendimento dos processos formadores e das condições climáticas e paleoambientais. Duas associações de elementos maiores e traços foram identificadas K2O - Ba - Mo - Ni - Sr - Y e Fe2O3 - TiO2 - Cd - Cr - V - Zn - Zr/SiO2 que combinadas refletiram três assinaturas geoquímicas principais: 1- elevados teores em SiO2 e baixos conteúdos em elementos-traço; 2- maior conteúdo de K2O, Ba, Mo, Ni, Sr e Y; e 3- ampla variação química, mas intermediária entre as assinaturas 1 e 2. Essas assinaturas marcam os depósitos de planícies abandonadas e rios entrelaçados da Formação Alter do Chão formados sob condições de clima seco com tendência a úmido, e sugerem variação de rochas fonte, seleção granulométrica durante o transporte e deposição, variações do grau de porosidade e pedogênese pós-deposicional.

Palavras-chave


Bacia do Amazonas; Cretáceo; Formação Alter do Chão.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.