Variação temporal do nível freático do aqüífero cárstico de Irecê - Bahia: contribuição para uso e gestão das águas subterrâneas no semi-árido

Sandro Oliveira Ramos, Heráclio Alves de Araújo, Luiz Rogério Bastos Leal, Joana Angélica Guimarães da Luz, Alan Robert Dutton

Resumo


a MICRO-região de Irecê, área objeto desse estudo, localizada na região central do estado da Bahia à margem direita do rio São Francisco, abrange uma área total de 9.380 km². Essa região é conhecida nacionalmente por sua potencialidade agrícola, com destaque para a cultura do feijão, cenoura, beterraba e cebola. Devido à grande disponibilidade de solos para as atividades agrícolas, têm-se observado um aumento desordenado de áreas irrigadas, utilizando águas subterrâneas do aqüífero cárstico da região. O aqüífero cárstico de Irecê é um aqüífero livre, cuja superfície piezométrica acompanha a topografia regional e tem o fluxo subterrâneo em direção às calhas dos rios da região. Medidas de nível freático do aqüífero e das precipitações regionais realizadas entre os anos 2002 e 2004 revelaram que o manejo inadequado das práticas de irrigação na região, em associação ao uso das águas para abastecimento humano e animal, tem provocado o contínuo rebaixamento do nível hidrostático do aqüífero durante os últimos 20 anos e indica que o mesmo está sendo utilizado em regime de subrexplotação e de forma não-sustentável.

Palavras-chave


Aqüífero cárstico; Recarga; Gestão das águas subterrâneas; Bacia de Irecê.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.