Avaliação do efeito térmico das intrusivas ígneas em um horizonte potencialmente gerador da Bacia do Paraná: Formação Irati

Igor Viegas Alves Fernandes de Souza, João Graciano Mendonça Filho, Taíssa Rêgo Menezes

Resumo


O objetivo deste trabalho foi determinar a quantidade, qualidade e grau de evolução térmica da matéria orgânica presente em seções da Formação Irati afetadas termicamente por corpos ígneos. As análises de petrografia orgânica associadas aos dados de carbono orgânico total e pirólise Rock-Eval revelaram uma qualidade e quantidade adequada de matéria orgânica para geração de petróleo. Os resultados de biomarcadores indicaram um baixo grau de evolução térmica para os extratos situados dentro da zona de gás úmido/gás seco, sugerindo a presença de hidrocarbonetos migrados. Estes resultados evidenciam que a espessura da seção afetada pelo efeito térmico de intrusivas ígneas depende da temperatura de intrusão do corpo ígneo, profundidade em que ocorreu a intrusão e condutividade térmica da encaixante, que explicaria as diferenças observadas no perfil de maturação.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.