Métodos geofísicos integrados para a caracterização hidrogeológica dos aquíferos da microbacia Andes, Bebedouro, em São Paulo

Ivan Mamede Carlos, Vagner Roberto Elis, Renato Luiz Prado, Jorge Luis Porsani

Resumo


Este trabalho apresenta os resultados de uma investigação geofísica integrada a dados de poços tubulares para o estudo das características hidrogeológicas das Formações Adamantina e Serra Geral, em uma microbacia no distrito de Andes, em Bebedouro, no estado de São Paulo. Essa área foi alvo de estudos devido à intensa exploração de água subterrânea para uso agrícola e a sua possível relação com o aumento da atividade sísmica local. Neste trabalho foram utilizados métodos geofísicos e informações de poços tubulares, de maneira integrada, para buscar conhecimento mais detalhado das unidades geológicas que compõem os aquíferos, bem como de algumas de suas propriedades físicas. Os resultados mostram que a metodologia foi eficiente no imageamento das formações geológicas, no estudo da geometria dos aquíferos e na identificação de estruturas geológicas. Uma estimativa das propriedades hidrodinâmicas de aquíferos granulares pode ser feita pela determinação dos parâmetros de Dar Zarrouk e pela correlação com dados obtidos em testes de bombeamento. No presente trabalho, foi possível estabelecer uma correlação linear entre a resistência transversal e a transmissividade, porém com algumas limitações, devido à maior parte dos poços disponíveis serem perfurados também no basalto. Esse procedimento pode ser usado para auxiliar no gerenciamento do aquífero, tanto sob o ponto de vista da exploração como no de preservação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.5327/Z0375-75362012000300013

Apontamentos

  • Não há apontamentos.