Sublacustrine channel-levee system of the Caruaçu member, southwest Recôncavo Basin, Bahia, Brazil

Lisie Carvalho Falcão, Jorge Carlos Della Favera

Resumo


Sistemas de canais-diques marginais do membro Caruaçu, Bacia do Recôncavo, Sudoeste da Bahia, Brasil. O Membro Caruaçu da Formação Maracangalha produz óleo e gás na Bacia do Recôncavo, Bahia, Brasil. Esta unidade aflora na costa da Baía de Todos os Santos, próximo à Base Naval de Aratu, na Grande Salvador e na estação de ferryboat em Bom Despacho, Ilha de Itaparica. Os arenitos Caruaçu apresentam fácies de preenchimento de canal e de diques marginais proximais, na primeira localidade, e areias em lençol na última. Na área a Sudoeste dos campos de Cassarongongo e Taquipe, estes arenitos podem ser reconhecidos em perfis de poço além de apresentarem reflexões características em linhas sísmicas. O corte dos canais é marcado por reflexões de pico branco (polaridade negativa), enquanto que o preenchimento é marcado por reflexões do negro (polaridade positiva), as quais sobrepõem as primeiras. Os diques marginais são marcados por elevações nas bordas dos canais, que fluem por meio do talude do complexo deltaico Maracangalha e esporadicamente formam depósitos de crevasse-splay. A Sudeste da bacia, os canais fluíam para uma ampla área de espraiamento, cujos arenitos em lençol coalescem vertical e lateralmente em espessos corpos de areia. Os arenitos Caruaçu formam trapas para petróleo e gás não convencionais, pois frequentemente deixam de apresentar contatos dos hidrocarbonetos com a água. Nas partes mais profundas da bacia, comportam-se como arenitos fechados com gás.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.5327/Z0375-75362012000300008

Apontamentos

  • Não há apontamentos.