Caracterização geológica do prospecto de óxido de ferro-cobre-ouro (IOCG) Aurora, Ceará, Brasil

Sérgio Roberto Bacelar Huhn, Ana Paula Justo, Carlos Roberto de Souza Filho, Lena Virgínia Soares Monteiro

Resumo


O Prospecto Aurora localiza-se na região nordeste do Brasil (Estado do Ceará), na porção central da Província Borborema, no Domínio da Zona Transversal e possui idade meso a neoproterozoica, ao longo do Lineamento Patos. As ocorrências de cobre de Aurora são hospedadas por rochas metavulcano-sedimentares do Grupo Cachoeirinha. Intensos processos de cisalhamento e brechação hidrotermal estão associados à mineralização de cobre. Cloritização e albitização, sobrepostos por processos hidrotermais tardios, representados por alteração potássica com feldspato potássico e formação de óxidos de ferro (hematita), estão relacionados aos processos mineralizantes. As zonas mineralizadas são representadas por veios e zonas com sulfetos disseminados. A paragênese de minério é constituída predominantemente por calcopirita, calcocita, pirita e bornita subordinada; com malaquita e rara azurita compondo os termos oxidados. Os controles estruturais associados a zonas de cisalhamentos, a intensa alteração hidrotermal e o estilo de mineralização permitem classificar o Prospecto Aurora como semelhante aos depósitos da classe de óxido de ferro-cobre-ouro (iron oxide-copper-gold deposits ou IOCG) de idade brasiliana ou pós-brasiliana.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.