Utilização de diferentes critérios para avaliação do potencial de biodisponibilidade de metais pesados em sedimentos de fundo do alto Tietê (São Paulo)

Graziela Meneghel de Moraes, Jefferson Mortatti, Renato Alessandro Lopes

Resumo


Diferentes critérios para avaliação da biodisponibilidade de metais pesados nos sedimentos de fundo da bacia do alto rio Tietê foram utilizados a partir do método de sulfetos volatilizados após ataque ácido a frio (AVS) e extração simultânea de metais pesados (SEM). Dentre os critérios utilizados, o SEM-AVS, normalizado pela matéria orgânica, mostrou-se mais adequado para determinação de biodisponibilidade de metais pesados evidenciando uma não biodisponibilidade nos pontos de amostragem de Ponte Nova, Biritiba, Mogi das Cruzes e Pirapora. Entretanto, os valores-guia de qualidade de sedimento (TEL e PEL) quando aplicados, apresentaram efeito de toxicidade ao longo da bacia. Isso ocorre devido ao fato de que os valores-guia não levaram em consideração o fundo geoquímico natural local, provando que os critérios TEL e PEL superestimam a biodisponibilidade de metais pesados em sedimentos de fundo.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.