Taxas de sedimentação recentes provenientes dos métodos Cs137 e Pb210 e estimativa de preenchimento do estuário Jacuípe, Bahia, Brasil

Geraldo Marcelo Pereira Lima, Geraldo da Silva Vilas Boas, Alexandre Barreto Costa, Roberto Max de Argollo

Resumo


O presente trabalho estimou as condições de preenchimento do estuário Jacuípe, localizado no litoral norte da Bahia, utilizando-se os métodos geocronológicos combinados Pb210 e Cs137 e a verificação dos espaços de acomodação de sedimentos ainda existentes. Duas taxas de sedimentação foram identificadas nesse estuário nos últimos 70 anos. A primeira, de 3,7 mm ano-1, refere-se às condições naturais de sedimentação que ocorrera até meados da década de 1960 e, a segunda, mais recente, é provavelmente devido à influência antropogênica na bacia hidrográfica, que aumentou o aporte de sedimentos para a bacia, de 6,0 mm ano-1. Estimou-se que o estuário do Jacuípe, com espaço de acomodação restante, de 6,97 x 10(6) m³, pode ser totalmente preenchido em menos de 300 anos. Esse intervalo de tempo pode cair pela metade, caso se mantenha a atual taxa de sedimentação e se confirme as mudanças hidrológicas previstas nessa bacia

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.