Avaliação da dinâmica e evolução erosiva urbana: riscos geológicos nos glacis de acumulação no município de Camaragibe (PE)

Niédja Maria Galvão Araújo e Oliveira, João Allyson Ribeiro de Carvalho, Manoel Anísio da Silva Neto

Resumo


A pesquisa em pauta retrata o real bastante degradado, com o surgimento de sistema de voçorocamento, produzido pela ação pluvial e com indícios da ação dos lençóis freáticos. Esses fatores integramse, possibilitando a caracterização geomórfica-ambiental, uma indicação típica dos Glacis de Acumulação do Grupo Barreiras, Município de Camaragibe/PE. Metodologicamente, foram coletadas amostras de sedimentos na área objeto de estudo para análises de classificação edafológica e granulométrica. empregando-se também o monitoramento bimestral do perfil das voçorocas, norteando a erosão de suas bordas. A fim de identificar e avaliar os impactos, foram utilizados múltiplos critérios, com base no modelo matricial proposto por Leopold & Gomez (1994), modificado por Oliveira (1998), baseando-se nos fatores físicos, bióticos, perceptuais e sócio-econômicos. Como resultado da análise granulométrica, pode-se afirmar que as amostras apresentaram heterogeneidade, com predominância de argila (74,5%). Conclui-se que a estrutura geológica, conjugada à ação antropogênica, leva ao movimento de massa e ao voçorocamento. As voçorocas têm sofrido perda de massa segundo observação dos dados monitorados. Em relação à avaliação dos impactos, foram identificadas 11 ações e 11 Fatores e Elementos, ambos interagindo entre 50 e 90%, tendo como resultado 29 impactos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.