Relações entre filões de fluorita, rochas da Bacia do Paraná e lineamentos de direção NW-SE no Sudeste Catarinense: implicações para a prospecção

Mateus Marcili dos Santos Silva, Artur Cezar Bastos Neto, Michael Holz

Resumo


Os filões de fluorita mesozóico-terciários do distrito de Santa Catarina são associados a lineamentos NNE-SSW. Nestes, a localização preferencial dos filões se situa nas intersecções com lineamentos NW-SE e nas proximidades de relictos de rochas paleozóicas da Bacia do Paraná. O trabalho visou ao entendimento destas relações através do estudo detalhado das rochas sedimentares em uma área onde ocorrem filões de fluorita na intersecção de dois lineamentos com estas direções. No lineamento NW-SE ocorre uma seqüencia sedimentar onde foram identificadas 7 associações faciológicas e 3 superfícies cronoestratigráficas. A evolução tectono-sedimentar encontrada indica que a sedimentação da bacia na área do distrito foi essencialmente controlada por estas estruturas NW-SE que criaram zonas com cobertura sedimentar mais espessa, uma condição necessária para a formação dos filões de fluorita e um dos fatores controladores da distribuição dos filões em escala regional. A migração dos fluidos mineralizantes em profundidades maiores foi fortemente controlada pelas estruturas do NW-SE. Após a ascensão até o nível da base da cobertura sedimentar, eles migraram longitudinalmente pelas estruturas NNE-SSW, depositando fluorita e estabelecendo gradientes geoquímicos em escala local. Os filões mais próximos da intersecção são os que possuem minério com maior teor de fluorita.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.