Qualidade dos sedimentos no rio Uberabinha (Uberlândia, MG) e implicações ambientais

Vania Rosolen, Uwe Herpin, Nívia Maria Melo Coelho, Luciana Melo Coelho, Jorge Luis Silva Brito, Luciano Alves da Silva, Samuel do Carmo Lima

Resumo


Os sedimentos são constituídos por partículas minerais (areia, silte e argila) e matéria orgânica que são transportadas ou depositadas nos corpos d´água. Atividades antrópicas como industrialização e urbanização são responsáveis pela entrada de altas cargas de elementos tóxicos nas águas superficiais das bacias hidrográficas, e podem afetar negativamente a qualidade dos sedimentos. Os sedimentos podem estocar substâncias perigosas ou, então, atuar como uma fonte secundária de poluição através da liberação de contaminantes no sistema. O objetivo deste artigo é avaliar a concentração de elementos tóxicos em sedimentos coletados no Rio Uberabinha (Uberlândia, MG) que pode representar um risco para o meio ambiente e saúde humana. A análise química dos sedimentos em diferentes pontos do rio Uberabinha indicou elevada concentração de alguns metais, como por exemplo, Co, Cu, Ni, Pb e Zn, relacionados com a descarga de efluentes urbanos (industrial e doméstico) sem tratamento nos corpos d´água

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.