Estudo geoambiental da região circunjacente ao emissário submarino de esgoto do Araçá, São Sebastião (SP)

Silas Gubitoso, Wânia Duleba, Andreia C. Teodoro, Silvio Miranda Prada, Marcelo M. da Rocha, Claudia Conde Lamparelli, José Eduardo Bevilacqua, Débora Ogler Moura

Resumo


O objetivo deste estudo foi realizar caracterização hidroquímica, microbiológica e sedimentológica da região circunjacente aos difusores do emissário submarino de esgoto do Araçá, Canal de São Sebastião, SP. Para atingir esse objetivo foram coletadas 10 amostras de água (superfície, meio e fundo) e 9 amostras de sedimento superficial, para avaliar o comportamento da pluma de esgoto e seus possíveis efeitos em ambiente marinho. Os resultados hidroquímicos e microbiológicos indicaram que a coluna d'água não estava contaminada, no momento da amostragem, pois todos os valores obtidos estavam dentro dos limites exigidos pela legislação CONAMA. Contudo, ressalta-se que essa legislação não é específica para controle dos lançamentos de emissários submarinos. Em contrapartida, os resultados granulométricos e geoquímicos de C, N, S e especiação de P demonstraram que o sedimento arenoso fino é rico em nutrientes e em matéria orgânica em decomposição. Os valores elevados de nutrientes indicaram que os sedimentos da região circunjacente ao emissário estão em processo de enriquecimento. Ao se comparar os parâmetros hidroquímicos e biológicos com os sedimentológicos, foi evidenciado que os sedimentos representam o depósito final do material particulado e dos poluentes a eles associados, registrando, portanto, em caráter mais permanente, a contaminação à qual o ecossistema aquático foi submetido

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.