Distribuição e origem dos minerais detríticos pesados das areias praiais holocênicas do litoral norte do Rio Grande do Sul

Carla Ennes de Barros, Lauro V. S. Nardi, Sergio R. Dillenburg, Ricardo Baitelli, Beatriz Appel Dehnhardt

Resumo


Este trabalho discute fontes primárias dos minerais pesados detríticos das areias praias holocênicas do sul do Brasil, baseado nas composições minerais. Ao longo do litoral norte do Rio Grande do Sul, foram coletadas 5 amostras de areia a cada 40km. Os elementos traços foram analisados por LA-ICP-MS e os elementos maiores por microssonda e microscopia eletrônica. A composição dos piroxênios indica fontes de granulitos e rochas básicas pós-colisionais. Rochas metapelíticas de alto grau e anfibolitos são fontes importantes indicadas pela presença de estaurolita, rutilo, silicatos de alumínio, grossulária, zoisita, turmalinas cálcicas e cumingtonita presentes em todas amostras. Granitóides do tipo A são fontes evidenciadas pelos zircões com alto teor de Nb e ETR, razões Nb/Ta>;20 e anfibólios com razão Fe/(Fe+Mg)>;0,9. Granitóides peraluminosos estão representados pela granada rica em espessartina e turmalina rica em ferro, enquanto, granitóides shoshoníticos e subalcalinos médio e alto-K são sugeridos pelo epidoto magmático, titanita, anfibólios cálcicos com moderadas Fe/(Fe+Mg) e zircões com Th/U=0,3-0,5 e Nb/Ta=5-15. Anfibólios magnesianos indicam fontes ultramáficas. Rochas hidrotermalizadas são também constituintes das áreas, apontadas por turmalinas litiníferas, actinolita e epidoto hidrotermal. A homogeneidade dos tipos e abundâncias dos minerais detríticos em todas amostras do litoral norte indicam uma área fonte comum para esses sedimentos praiais. O extremo nordeste do Batólito Pelotas é a provável área fonte da região. Este estudo demonstra que a química de minerais detritais, incluindo elementos traços em zircões, pode produzir informações detalhadas quanto à área fonte primária, constituindo poderosa ferramenta neste tipo de investigação

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.