Fisiografia da região do planalto de Poços de Caldas, MG/SP

Fernanda Tonizza Moraes, Jairo Roberto Jiménez-Rueda

Resumo


A análise fisiográfica tem por princípio o entendimento das condições de gênese e evolução das paisagens que apresentam estreita associação com os processos pedogênicos, o que possibilita o reconhecimento dos tipos de solos associados a cada paisagem, sendo de grande auxílio na execução de programas de zoneamento geoambiental. Este trabalho apresenta a análise fisiográfica realizada a partir de fotointerpretação de imagens orbitais e o estabelecimento dos aspectos morfogenéticos, altimetria e dissecação do terreno, utilizando-se como estudo de caso a região do planalto de Poços de Caldas, MG. Nesta área pode-se definir a ocorrência de paisagens planálticas associadas a solos regolíticos e concrecionários coluviais originados a partir de materiais alóctones em um relevo policíclico. As paisagens aluviais apresentam volumes gleicos e materiais orgânicos soterrados.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.