Docência e trabalhos de campo nas disciplinas Ciência do Sistema Terra I e II da UNICAMP

Celso Dal Ré Carneiro, Pedro Wagner Gonçalves, Carlos Alberto Lobão da Silveira Cunha, Oscar Braz Mendonza Negrão

Resumo


Em disciplinas geológicas introdutórias é possível construir um currículo que contemple traços essenciais do funcionamento do planeta e de sua longa história. Isso requer clara explicitação dos objetivos das atividades para facilitar a aproximação dos alunos com os temas mais relevantes. As disciplinas Ciência do Sistema Terra I e II desenvolvem conteúdos geológicos e abordam a natureza e modos de construção do conhecimento geológico. Ao longo de dez anos contínuos de trabalhos de campo, realizados na forma de viagens curtas, houve sensível evolução quanto às narrativas desenvolvidas. Os roteiros e pontos de visita são selecionados e organizados de acordo com critérios educacionais. O presente artigo discute a necessidade do planejamento detalhado dos trabalhos de campo, em função das concepções didáticas e do enfoque metodológico. A aplicação dos temas, em ao menos três viagens por ano, permite que os alunos: (1) construam conhecimentos a partir de observação e interpretação de processos naturais e respectivos produtos; (2) comparem suas próprias idéias com as formuladas por colegas e professores; (3) compreendam que a ciência é produzida mediante formulação de teorias, explicações e hipóteses. Desse modo, estimula-se o aluno a conquistar seu próprio aprendizado, individual ou de modo coletivo, cumprindo os professores o papel de facilitadores da aprendizagem.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.