Arcabouço geológico e hidrofácies do Sistema Aquífero Guarani, no município de Ribeirão Preto (SP)

Flavio de Paula e Silva, Chang Hung Kiang, Maria Rita Caetano-Chang, Osmar Sinelli

Resumo


Estudos geológicos e hidrogeológicos de subsuperfície, realizados com perfis geofísicos de poços profundos, permitiram delinear o arcabouço geológico e caracterizar as várias hidrofácies do Sistema Aqüífero Guarani (SAG), no município de Ribeirão Preto. O SAG, materializado pelas formações Pirambóia e Botucatu, assenta-se sobre substrato praticamente impermeável, constituído por rochas pelíticas da Formação Corumbataí, cujo comportamento hidrodinâmico regional é de um aqüiclude; na maior parte da área, o SAG está recoberto por vulcânicas básicas da Formação Serra Geral. As formações Pirambóia e Botucatu exibem padrões geofísicos característicos que permitem excelente correlação entre poços, e suas variações faciológicas atestam a complexidade estratigráfica do SAG. Somente um dos poços estudados atravessou toda seqüência mesozóica, razão pela qual não foi possível a análise de variabilidade da espessura da Formação Pirambóia. No caso da Formação Botucatu, a preservação do relevo de dunas pelas lavas e as depressões resultantes de erosão eólica pronunciada são responsáveis pelas variações de espessura. Tal situação evidencia a inadequabilidade de utilização do contato entre as formações Botucatu e Serra Geral como datum para análises estruturais. A configuração do mapa de contorno estrutural da discordância existente no topo da Formação Pirambóia, considerada um bom marco local, confirmou a existência de área estruturalmente rebaixada na porção centro-sudoeste do município. Esta depressão, denominada Depressão de Ribeirão Preto em trabalhos anteriores, apresenta caimento para sudoeste e desnível de mais de 100 metros em cerca de 15 km. Três hidrofácies - A (inferior), B (mediana) e C (superior) - foram identificadas no Aqüífero Pirambóia, sendo que a superior e a inferior apresentam características, em perfis, indicativas de permeabilidade reduzida, enquanto a intermediária apresenta características de elevada permoporosidade. O Aqüífero Botucatu comporta uma única hidrofácies (D), com características indicativas de elevada permoporosidade em perfis.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.