DISTRIBUIÇÃO DE Ca, Ba, Sr, E Rb ENTRE LEUCITA E "MAGMA" SANIDÍNICO A 2 kbar E 1030°C

ANA HELENA PACHECO MOREIRA, JOSÉ VICENTE VALARELLI, FRANÇOIS DELBOVE

Resumo


Baseando-se em dados experimentais de coeficientes de partição de Rb, Ca, Sr e Ba entre leucita e soluções hidrotermais e entre fusões sílico-sanidínicas e soluções hidrotermais equivalentes, a 1.030°C e 2 kbar, são estabelecidos os coeficientes de partição desses oligoelementos entre a leucita e magma sanidínico, nas mesmas condições de PT. Esses valores são KdRb = 2,36; KdCa = 0,088; KdSr = 0,12 e KdBa = 1,89; e demonstram a preferencia do Rb e do Ba pela leucita e do Ca e Sr pela fusão sílico-sanidínica. Com ajuda desses coeficientes, das reações de troca iônica entre as fases envolvidas e de equações de equilíbrio, são estabelecidos gráficos normalizados da variação das relações elemento traço/potássio e elementos traço entre si, em função da cristalização de leucita em equilíbrio com "magma" sílico-sanidínico experimental. Com o avanço da cristalização da leucita, em condições de equilíbrio, a partir de um "magma" alcalino insaturado do sistema KAlSi2O6-SiO2, as relações Ca/K e Sr/K aumentam exponencialmente no "magma residual", ao passo que Ba/K e Rb/K diminuem ligeiramente nesse mesmo "magma". Nessas mesmas condições, a relação Rb/Ba diminui ligeiramente quando comparada com a mesma razão do "magma" inicial, e as relações Ba/Sr e Rb/Sr diminuem consideravelmente dentro das condições experimentais.

Palavras-chave


Termodinâmica; Leucita; Magma Sanidínico.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.