A QUESTÃO DA PREDOMINÂNCIA OU NÃO DE VALORES NEGATIVOS DE ASSIMETRIA DAS DISTRIBUIÇÕES GRANULOMÉTRICAS PARA OS DEPÓSITOS DA FACE DA PRAIA - UMA POLÊMICA REVISITADA

ABÍLIO C. S. P. BITTENCOURT

Resumo


Foram analisadas amostras coletadas ao longo do tempo, representativas das variações nas condições deposicionais da face da praiaem diferentes estações do ano. As praias estudadas - Armação (Salvador - BA), Atalaia
(Luis Correia - PI) e Caixa-Pregos (Baia de Todos os Santos - BA) apresentam distintas características fisiográficas, consubstanciadas em diversos niveis de energia. Os resultados mostram que a assimetria negativa não é um atributo da face da praia; nela predominam valores simétricos de assimetria. É também mostrado que os valores da assimetria não têm nenhuma relação com as fases erosivas e construtivas das praias, bem como com a granulpmetria do sedimento praial. Por meio da variabil idade muito baixa nos valores da assimetria, foi observado que a praia de Caixa-Pregos reflete a intensidade e a variabilidade muito baixas das ondas que a atingem. Ao contrário, nas praias de Armação e Atalaia, foi constatado que aconsiderável variação nos valores daassimetriareflete as maiores intensidade e variabilidade das ondas que aí atuam.


Palavras-chave


Assimetria das distribuições granulométricas; Face da praia.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.