VARIAÇÃO DA ENERGIA E SUA REPERCUSSÃO NAS CARACTERÍSTICAS COMPOSICIONAIS E TEXTURAIS EM SEDIMENTOS PRAIAIS ATUAIS: EXEMPLO DA COSTA LESTE DA BAÍA DE TODOS OS SANTOS, BAHIA, BRASIL

GERALDO S. VILAS BOAS, ABÍLIO C.S.P. BITTENCOURT

Resumo


A faixa praial da costa leste da Baía de Todos os Santos é caracterizada por uma grande variabilidade de condições de energia mecânica, que tem ampla repercussão sobre as características composicionais e texturais dos sedimentos. Sobre sua composição, a variação da energia afeta, sobretudo, a quantidade relativa de componentes esqueletais carbonáticos presentes nos mesmos. Sobre a textura, o principal efeito dessa variação é o de causar mudanças nos padrões das curvas granulométricas. Com base nesses padrões, foram distinguidas, na área estudada, zonas com níveis distintos de energia, a saber: 1. zonas de alta energia, nas quais a turbulência da água é forte o bastante para promover o transporte por suspensão de partículas com diâmetro de até 0,25 mm; 2. zonas de energia moderada, em que a intensidade da turbulência é suficiente apenas para não permitir a deposição de partículas menores do que 0,031 mm - os grãos na faixa granulométrica entre 0,031 e 2 mm são transportados por saltação; 3. zona de baixa energia, cuja fraca turbulência possibilita a sedimentação de partículas lamosas. Os parâmetros sedimentares estatísticos, tais como a mediana, o desvio padrão e a assimetria, mostraram-se fortemente influenciados por variações da energia dentro de setores mais restritos, onde as características texturais da rocha fonte são relativamente homogêneas.


Palavras-chave


Sedimentos praiais; Parâmetros texturais; Sedimentos recentes.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.