Geoquímica das Rochas metamáficas e metaultramáficas da Sequência Greenstone Belt Morro do Ferro na região de Fortaleza de Minas - MG

Filipe Goulart Lima

Abstract


A Sequência Greenstone Belt Morro do Ferro localiza-se na borda sul do Cráton São Francisco no domínio da Faixa Brasília Meridional, sul/sudeste do Estado de Minas Gerais, é considerada como o primeiro depósito vulcanogênico relacionado a derrames ultrabásicos do Brasil de sulfeto maciço. É constituída por corpos metamáficas/ultramáficas alongados segundo NW/SE, intercalados com rochas do embasamento cristalino, Complexo Barbacena. Os litotipos comuns a essa sequência são serpentinitos, anfibólio clorita xistos, anfibólio fels e talco xistos, e em menor escala anfibolitos, formações ferríferas intimamente associadas às sequências máficas e ultramáficas, e possíveis metapelitos intercalados com as formações ferríferas .Através dos diagramas multi-elementares de elementos traços incompatíveis normalizados pelos valores do MORB, é possível identificar quatro padrões de distribuição distintos que permitem dividir as rochas ultramáficas e máficas analisadas em quatro grupos, P1, P2, P3, P4. Os grupos P1, P2 e P3 exibem assinatura geoquímica próxima ao MORB, e o Grupo P4 indica composições de um fragmento do manto. As rochas máficas e ultramáficas dos grupos P1 e P2 mostram características de ofiólitos relacionados a subducção e os do grupo P3 a ofiólitos não relacionados a subducção.


Full Text:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21715/gb.v29i1.403

Refbacks

  • There are currently no refbacks.