Geoquímica do Plúton Serra das Melancias, Suíte Serra da Aldeia: um clássico granito pós-colisional de alto Ba-Sr na Faixa Riacho do Pontal, NE Brasil

Marcela Paschoal Perpétuo, Wagner da Silva Amaral, Felipe Grandjean da Costa, Evilarde Carvalho Uchôa Filho, Daniel Francisco Martins de Sousa

Resumo


A suíte Serra da Aldeia é composta por plútons graníticos circulares ou ovalados, intrusivos em sequências metassedimentares e metavulcanossedimentares na Faixa Riacho do Pontal, Nordeste do Brasil. O Plúton Serra das Melancias, pertencente à suíte Serra da Aldeia, está localizado no sudeste do Piauí, próximo ao município de Paulistana. Esse plúton representa a principal expressão magmática nessa região e contém importantes informações sobre a evolução geológica e o magmatismo tardicolisional durante a Orogenia Brasiliana. Com base em dados de campo, petrográficos e geoquímicos, foram definidas três fácies para o Plúton Serra das Melancias: granitos, sienitos e quartzo monzonitos. As rochas apresentam afinidades alcalinas de alto K a shoshoníticas, metaluminosas, e mostram caráter ferroso. São enriquecidas em elementos litófilos de grande raio iônico e elementos terras raras leves, com anomalias negativas de Nb, Ta e Ti. Os valores muito elevados de Ba, Sr e K/Rb, baixo Rb, U, Th, Nb e muito baixos de elementos terras raras pesados são típicos de granitoides de alto Ba-Sr. Assim, os dados geoquímicos sugerem a colocação do Plúton Serra da Aldeia em um ambiente transicional entre tardi a pós-colisional na Faixa Riacho do Pontal, nos estágios finais da Orogenia Brasiliano-Pan Africana. 


Palavras-chave


Granitos alcalinos; Geoquímica; Faixa Riacho do Pontal; Província Borborema; Granitos alto Ba-Sr.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/2317-4889201620160002

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank