Investigações isotópicas de Pb em águas subterrâneas e sedimentos de uma área mineralizada em urânio

Adriana Mônica Dalla Vecchia, Paulo César Horta Rodrigues, Francisco Javier Rios, Ana Claudia Queiroz Ladeira

Resumo


Este trabalho investiga um ambiente caracterizado por depósitos de urânio usando assinaturas isotópicas de Pb. A área de estudo apresenta escassez de água superficial, sendo assim, a água subterrânea adquire importância, não só, para o desenvolvimento econômico referente à exploração de urânio, mas, sobretudo, para a sobrevivência e fixação da população local. O  objetivo da investigação é a caracterização das assinaturas de Pb em águas subterrâneas e sedimentos, bem como a identificação de ambientes com influências de fontes geogênicas e/ou antropogênicas. Em relação aos sedimentos, verificaram-se que suas assinaturas sofreram influência das fontes geogênicas presentes no contexto geológico e, que o enriquecimento antrópico em urânio foi restrito a um único ponto de amostragem na área da mina. Embora dados na literatura, relativos a estudos ambientais, consideram valores de razões 206Pb/207Pb ≤ 1,20 como indicativo de Pb antropogênico, foi determinado para a maioria das águas subterrâneas razões 206Pb/207Pb entre 1,14 e 1,19, sendo similares aos dados reportados para as rochas (1,09 a 1,96) na área mineralizada em U.

Palavras-chave


Isótopos estáveis de Pb; Antropogênico; Geogê- nico; Pb radiogênico; Monitoramento ambiental.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/2317-4889201720160100

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


SCImago Journal & Country Rank