Pb, Zn, Cu e Ba do distrito do Perau: modelo sedimentar para sulfetos do Vale do Ribeira

Aledir P Barbour, Marcos Aurélio F. de Oliveira

Resumo


Um veio-camada de Pb, Zn, Cu e Ba de origem sedimentar associado a brechas intraformacionais e metaconglomerados mineralizados está inserido em um pacote de rochas metassedimentares representadas por micaxistos, calcoxistos, calcários e quartzitos. Nesta sequência intercalam-se rochas de origem ígnea, caracterizadas como ortognaisses granodioríticos e anfibolitos. Outro nível mineralizado em Cu localiza-se em horizonte inferior, na passagem de fácies sedimentar elástica para química. Tectonismo geral relacionado ao metamorfismo regional provocou dobramentos e formação, a nível de distrito, de faixas cataclásticas em micaxistos e ortognaisses e de filonitos locais, levando à recristalização de turmalina, epídoto e biotita. Galena, blenda, calcopirita, pirita, pirrotita, cerussita, smithsonita, piromorfita, goetita, magnetita e a encaixante de calcoxistos constituem os minerais de minério e de ganga. Pirita e calcopirita mostram duas gerações distintas. Metalotectos do tipo estratigráfico, geoquímico, litológico e paleogeográfico constituem instrumentos úteis de prospecção na região para jazidas sedimentares singenéticas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.