Alguns microfosseis da formação Piauí (neocarbonífero), bacia do Parnaíba

Vilma A Campanha, A. C Rocha-Campos

Resumo


A análise micropaleontológica da Formação Piauí, em quatro localidades da Bacia do Parnaíba, mostrou um variado conteúdo micropaleontológico, até então nao referido na literatura. Os microfosseis incluem: foraminíferos arenáceos e calcários, conodontes, ostracodes, briozoários, colunais de crinóides, escleritos de holoturóides, espinhos de equinóides,microgastrópodes, microbivalves, escolecodontes, espículas de esponjas, placas, dentes, ossos e otólitos de peixes e fragmentos de plantas. A assembléia de foraminíferos arenáceos e calcários abrange 25 espécies diferentes, dentre as quais: Tolypammina sp. cf. T. gersterensis, Ammovertella inclusa, Sorosphaera? cooperensis, Hyperammina sp. cf. H. sappintonensis e H. sp. cf. H. rockfordensis, Orthovertella? sp., Globivalvulina bulloides, Calcitornella sp. A e C sp. B. A assembléia de conodontes inclue: Idiognathodus magnificus, Idiognathodus delicatus, Cavusgnathus lautus, Cavusgnathus gigantus, Cavusgnatus sp., Ozarkodina delicatula e Gnathodus bassleri e fragmentos atribuídos a Euprioniodina. A microfauna identificada, particularmente, os conodontes, indicam uma idade eo-mesopensilvaniana (morrowana - derriana) para as amostras estudadas. Quanto ao paleoambiente, a assembléia microfaunística aponta, no geral, para condições ambientais marinhas de águas rasas e quentes.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.