Aspectos metamórficos da formação Lafaiete em Morro da Mina, distrito de Lafaiete, MG: metamorfic aspects

M. A. F Candia, V. A. V Girardi

Resumo


Na jazida de Morro da Mina - Distrito de Lafaiete (MG), a Formação Lafaiete de idade pré-cambriana, é constituída por um pacote metassedimentar intensamente dobrado. A seqüência de base é formada essencialmente por aníibolitos e anfibólio xistos; a de topo principalmente por granada-biotita e anfibólio-granada-biotita xistos, aos quais se intercalam, subordinadamente xistos quartzo-feldspáticos. Entre ambas ocorre camada de rochas manganesíferas, de espessura extremamente variável, cujo valor médio se situa em torno de 20 m. Mineralógicamente tais rochas são formadas principalmente por carbonato (rodocrosita), granada (espessartita) e olivina (tefroita) e constituem o protominério sílico-carbonático de manganês. Os contatos dessa camada com as encaixantes superiores e inferiores são gradacionais, com o conspícuo desenvolvimento de níveis granatíferos nas zonas de transição. A presença de intercalações grafitosas em todo o pacote, assim como a de sulfetos, indica ambiente deposicional redutor. O primeiro evento metamórfico a atingir a área foi de grau médio (fácies anfibolito). Distinguem-se nesse evento duas fases de recristalização: a primeira, de caráter sincinemático, simultânea à atuação dos esforços tectónicos que provocaram os dobramentos predominantes na Formação Lafaiete, e a segunda, de cunho pós-cinemático. São característicos da primeira fase os minerais responsáveis pela nítida xistosidade de anfibolitos e xistos (anfibólios e biotitas), assim como granadas do tipo "snow ball" ou com duas fases de crescimento (núcleo sincinemático e borda pós cinemática). Da segunda fase ressalta-se principalmente o crescimento das bordas granatíferas assinaladas, além de fenoblastos de anfibólios e biotitas, comumente poiquiloblásticos, desenvolvidos a forte ângulo com a xistosidade. O segundo evento metamórfico, de natureza regressiva e distribuição irregular na área, teve importância subordinada. As principais reações envolveram formação de albita mais epidoto ou de sericita a partir de plagioclásio cálcico, e de clorita a partir de anfibólios, granadas e biotitas. Também cummingtonita manganesífera proveniente de olivina (tefroita) e leucoxênio, originado de ilmenita, pertencem a este evento. Finalmente, são efetuadas comparações entre as principais feições geológicas entre as jazidas de Morro da Mina (MG) e de Serra do Navio (Amapá) assinalando-se a presença de várias características semelhantes, que poderiam indicar condições de deposição semelhantes, tais como composição do protominério e seqüências litoestratigráficas; além da presença de fenômenos polimetamórficos em ambas as regiões.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.