Fossil plants from the Itaquaquecetuba formation (Cenozoic of the São Paulo Basin) and their possible paleoclimatic significance

Fernando Cilento Fittipaldi, Marcello Guimarães Simões, Ana Maria Giulietti, José Rubens Pirani

Resumo


As folhas fósseis da Formação Itaquaquecetuba (Cenozóico da Bacia de São Paulo), apesar de muito abundantes e razoavelmente bem conservadas, não foram, até o momento, objeto de qualquer estudo. 0 principal objetivo do presente trabalho é estabelecer o possível significado paleoclimático das folhas fósseis daquela unidade estratigráfica, através da determinação e descrição dos taxa ali presentes, e do estabelecimento de suas relações ecológicas com formas viventes. A associação vegetal estudada é indicativa de uma mata tropical perenifólia, já que todos os gêneros identificados têm formas semelhantes que vivem atualmente neste tipo de vegetação. As seguintes hipóteses foram levantadas a partir da análise deste material: 1) o clima vigente à época de deposição dos sedimentos da Formação Itaquaquecetuba era tropical úmido e não semi-árido, como sugerido em trabalhos anteriores, considerando que a sedimentação do tipo "braided", observada naquela formação, apesar de típica de ambientes semi-áridos, não é exclusiva destes; 2) embora faltem provas conclusivas, a presença destes vegetais neste tipo de ambiente poderia ser explicada por retrabalhamento, de origem tectónica, através do qual grandes blocos de sedimentos já litifiçados ("olistolitos"), contendo estes fósseis, foram transportados para o interior da bacia de sedimentação.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2317-8078.v0i7p183-203

Apontamentos

  • Não há apontamentos.