Estudo geoestatístico da jazida de cobre de Chapada, GO

J. K Yamamoto

Resumo


Este trabalho apresenta os resultados da análise geoestatística realizada sobre os teores de cobre e ouro do Depósito da Chapada, visando a modelagem de variogramas para avaliação de reservas, por meio da técnica de krigagem ordinária. Para atingir esse objetivo os teores de cobre e ouro das amostras dos furos de sondagem foram compostos para bancadas de 10 m de altura, os quais foram utilizados inicialmente para desenho dos mapas de isoteores por bancada. Com os dados compostos foram calculados os variogramas horizontais e verticais médios, que foram ajustados pelo modelo esférico. Os modelos assim obtidos foram então utilizados para a avaliação dos blocos de cubagem, de dimensões compatíveis com a densidade de amostragem, por meio da krigagem ordinária.

Palavras-chave


krigagem ordinária;geoestatística;avaliação de reservas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2316-8986.v25i0p29-52

Apontamentos

  • Não há apontamentos.