Estudo palinológico de sedimentos da Bacia de Icó, cretáceo do Estado do Ceará, Brasil

M. R Lima

Resumo


Cincoenta e quatro espécies de pólens e esporos foram identificadas através do estudo de amostras de sondagem efetuada na Bacia de Icó, situada na parte sul do Estado do Ceará. Entre estas, a presença conjunta de Klukisporites cf. foveolatus (= Foveotriletes sp.), Exesipollenites tumulus, Inaperturopollenites turbatus e Inaperturopollenites simplex permite a inclusão das associações no intervalo representativo das Zonas Palinológicas P250/P-260 do zoneamento da Petrobrás, que, em termos cronoestratigráficos, corresponde à parte média do Andar Alagoas, de idade aptiana. A julgar pelas características da palinoflora presente, os sedimentos representativos depositaram-se em ambiente continental, sob condições de clima quente e úmido

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.11606/issn.2316-8986.v21i0p35-46

Apontamentos

  • Não há apontamentos.